.................................................................................não tirem o vento às gaivotas

07/12/2011

retalhos – número de série 07122011s(r)ego01





rené magritte




um dia destes. quando o sol nascer do outro lado do meu meio corpo. estarei de costas para este meio dia que enxergo    há um descompasso de meio dia dentro do meu meio corpo: meio coração. meio batimento cardíaco. meio litro de sangue e meia lata de lágrimas guardadas para um aperto afectivo. um pé de meia de quem sabe que a vida é feita de meias verdades – talvez seja um problema giratório. rotação – meio. meio dia. e  uma multidão horrorizada abala do meio dia que albergo para outro meio que ainda não sei onde é – ouço bach. só a música traz a vida por inteiro até ao meu meio corpo –  e eu sem saber a qual meio dia darei a alma por inteiro – escreverei até descobrir



Sem comentários:

Enviar um comentário